Principais propostas

  • DIÁLOGO, FRATERNIDADE E COLABORAÇÃO NA POLÍTICA: O Brasil vai sair dessa crise criando pontes de diálogos entre os que pensam diferente. Implementei esse espírito no Brazil Fórum e quero fazer na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Gestão pública

Lei da Qualidade do Serviço Público

Oferecer serviço público de qualidade é obrigação e não favor do Estado. Um dos nossos principais problemas hoje é que a gente paga muito imposto e os serviços prestados pelo estado estão muito aquém do desejado. Portanto, é necessário criar incentivos que consigam melhorar a qualidade dos serviços prestados. Para fazer isso, vamos aproveitar o potencial das novas tecnologias e passar para a população – assim como já fazemos, por exemplo, com o Uber e o AirBnB – a palavra final na avaliação das escolas, postos de saúde e serviços de segurança pública de nossa cidade.

  • Possibilitar que os usuários possam avaliar os serviços públicos por meio de um aplicativo e uma linha telefônica 0800.
  • Estabelecer critérios para recompensas com base nas avaliações feitas pelos usuários.
  • Publicar em tempo real os resultados das avaliações feitas pelos usuários, ampliando a transparência e classificando a unidades prestadoras de serviço em cada área (saúde, educação, segurança, transporte, etc.)

Transporte e mobilidade

Transporte e mobilidade são direitos do cidadão. Para ampliar o acesso a esse direito precisamos buscar mecanismos que reduzam os custos de transporte em nossa cidade, sem desconsiderar um dos principais desafios da nossa geração que é o aquecimento global. Portanto, precisamos desestimular o uso de combustíveis fósseis e estimular o uso de energias limpas e renováveis seja no transporte individual, seja no transporte coletivo. Com isso em mente, o nosso mandato apresentará as seguintes propostas:

Chegue logo

  • Criaremos incentivos para as pessoas – e não os automóveis – serem o centro da política de mobilidade urbana
  • Apresentaremos projeto de lei que destina 50% do valor arrecadado com multas de trânsito para o investimento no transporte coletivo, cicloviário e a para o fomento ao bilhete único

ICMS Zero para etanol

  • Criaremos incentivos para as pessoas – e não os automóveis – serem o centro da política de mobilidade urbana
  • Zerar alíquota de ICMS sobre o etanol
  • Redução do preço do litro de etanol para aproximadamente R$ 2,50
  • Incentivo a uma forma de energia limpa e renovável, colocando o DF na vanguarda do século XXI

IPVA zero para veículos elétricos

  • Zerar a alíquota de IPVA para ônibus e carros elétricos, com impacto fiscal muito pequeno visto que hoje temos apenas 18 motos e 16 carros elétricos no DF. Queremos ter mais deles!
  • Alíquota de IPVA reduzida para ônibus e carros híbridos

Emprego e renda

Apesar de contar com uma das maiores rendas per capita do país, o DF ainda apresenta grande desigualdade. Para superar esse problema, é necessário, entre outras coisas, promover o crescimento socioeconômico do Distrito Federal e implementar medidas que corrijam as distorções e desvantagens existentes. É inegável que a revolução tecnológica exige uma nova rede de proteção social, pois a automatização extinguirá inúmeras profissões e empregos nos próximos anos.

O DF precisa estar preparado para essa nova realidade. Para tanto, é preciso gerar emprego de qualidade e renda para a população do DF. Também devemos garantir à população uma renda mínima necessária para que possa arcar com suas despesas periódicas básicas.

Renda básica universal

  • Implementação de programa renda que garanta que o cidadão pode arcar com suas despesas básicas no médio prazo.
  • Melhoria da qualidade das vagas de emprego ofertadas

Fortalecer setores da economia do DF que estimulem o empreendedorismo independente e a economia criativa e da cultura

  • Promover o diálogo entre o governo e setores da economia do DF com potencial de crescimento e geração de renda, priorizando o empreendedorismo independente.
  • Apresentar propostas que busquem diminuir a burocracia para quem quiser empreender no DF.
  • Propor incentivos para o desenvolvimento da atividade econômica ligada à cultura e à economia criativa. Cultura pode ser vetor de desenvolvimento econômico no DF.

Saúde

Precisamos melhorar o acesso e o estado da saúde da população, aumentar a satisfação dos cidadãos e dos profissionais de saúde, além de assegurar a sustentabilidade financeira de todo o sistema. O uso correto de tecnologias de gestão disponíveis possibilita o aumento da qualidade do serviço prestado com uma boa relação custo-benefício. Para viabilizar sistemas ágeis e abertos a inovações e ao uso de novas tecnologias, é preciso apresentar propostas que considerem os seguintes pontos:

  • Saúde Digital e Inteligente centrada no cidadão (SUS 4.0), incluindo criação de base e prontuário único de dados dos pacientes; transparência de indicadores e avaliação de desfecho clínico; cuidado remoto (ex: telemedicina) e criação de banco de dados compartilhado para pesquisas clínicas
  • Alavancar tecnologias de integração de dados (SUS 4.0), criando um prontuário único
  • Criar uma base única de dados do paciente (SUS e Privado)
  • Criar um grande banco compartilhado com dados relevantes de saúde
  • Estabelecer indicadores mais robustos de saúde e desfecho clínico
  • Utilizar a telemedicina e outras ferramentas de acesso remoto e digital

 

Educação

Para oferecer educação pública de qualidade é necessário aprimorar a gestão do sistema educacional do DF, além de prover infraestrutura adequada e capacitação e reconhecimento dos profissionais da educação. É preciso garantir a docentes condições de trabalho à altura dos desafios da educação no Brasil e, para isso, propomos:

  • Reestruturar o conjunto das políticas que elevem o prestígio dos profissionais de educação
  • Aprimorar planos de carreira, com ênfase na melhoria salarial da categoria
  • Melhorar políticas, conteúdos e metodologias de formação dos profissionais da educação, incluindo um olhar especial para os profissionais da primeira infância e educação infantil
  • Criar uma base de conhecimentos, competência e atitudes para professores e gestores
  • Adotar critérios técnicos na escolha de gestores
  • Profissionalizar diretores e coordenadores pedagógicos
  • Aprimorar a infraestrutura física das escolas
  • Aumentar a oferta e a utilização de tecnologia no dia a dia escola